O Credito Pessoal Online em Portugal. Informação e notícias sobre o Credito rápido, empréstimo pessoal e créditos pessoais.
.posts recentes

. Empréstimo do Estado para...

. Crédito Pessoal 2009 do ...

. Um crédito muito pessoal

. Crédito para Férias

. Crédito “Eco Soluções”

. Crédito Consolidado: Meno...

Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009
Um crédito muito pessoal

O BPI está a promover uma nova campanha para o Crédito Pessoal.
Com o slogan “Um crédito muito pessoal” e com uma imagem que inspira através da alusão a uma estrela cadente à concretização dos sonhos, o BPI fortalece a imagem deste seu produto que tem como finalidade permitir que realize os seus desejos: fazer obras, ir de férias, decorar a sua casa etc e para os quais é necessário ter dinheiro disponivél.

O montante financiado pode ir até aos 30.000€ com prazos até aos 120 meses. A taxa de juro praticada vai desde os 6,524% para clientes com boa relação comercial com esta entidade bancária. Aos contratos estão também associados um seguro de vida e um seguro de protecção ao crédito.

O BPI promete ainda simplicidade e rapidez na resposta ao pedido de financiamento.

 

publicado por Blogs á solta às 21:00
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 2 de Janeiro de 2009
Crédito para Férias

Crédito para Férias

Os portugueses têm recorrido embora de forma moderada ao financiamento para férias, e embora possa parecer uma boa alternativa a verdade é que esta opção pode revelar-se muito dispendiosa, podendo encarecer em mais de 300 euros o valor das férias. Por isso há que fazer considerações e estar a par de como se processa o crédito pessoal

Das várias propostas de crédito para férias promovidas pelos bancos e financeiras durante 2008, a Caixa Geral de Depósitos foi a única a oferecer um crédito exclusivamente para este efeito com uma taxa de juro mais competitiva, enquanto os outros bancos ofereceram um crédito pessoal vulgar.

Numa simulação de crédito no valor de 1200 euros a pagar em 12 meses a CGD oferecia uma TAEG de 11,97% enquanto o BCP praticava uma taxa de 36,354% e o BPI de 16,405%. No entanto em qualquer destas instituições bancárias verificou-se um aumento de mais de 300 euros para as condições mencionadas.

 

publicado por Blogs á solta às 19:32
link do post | comentar | favorito
Politica de Privacidade
.tags

. todas as tags

.subscrever feeds